quinta-feira, 16 de maio de 2013

Terceiro Capitulo de: O vizinho do Lado

                                       Amores vou voltar a postar a Web 
                                                  ( Adorável Magnata! )
                                                 Beijinhos e Aguardem ! :))

                 
Lua sentiu o olhar dele passear por seu corpo, sentindo este, formigar em resposta. Corou violentamente, até conseguir esboçar alguma reação coerente e lembrar-se o que tinha ido fazer ali.
- Boa Noite. - ela disse e ele finalmente a olhou nos olhos – Sou a vizinha nova da casa ao lado. - ela disse tentando não deixar a voz vacilar – Estou precisando de ajuda e ...bom, a luz da sua casa estava acesa. Poderia me ajudar ? É que sou nova na cidade e o cano lá de casa quebrou e eu queria o número de um enganador para me ajudar com o problema, - ela continuou ao ver que ele permanecia calado apenas a olhando - ... até uma lista telefônica ajudaria. - disse nervosa esfregando as mãos.
Ele estava estático. Como tamanha perfeição existia e tinha ido parar na sua porta ?! O cabelo loiro caído em cachos milimetricamente perfeitos. Pequena e proporcional. 
Exatamente como o agradava. E assim que ela disse a primeira palavra foi como ter ouvido uma linda sinfonia composta por anjos tocar.
O homem que tinha em media 28 ou 29 anos continuou calado a observando.
De repente Lua assustou-se com a imagem da pequena criança que os olhava curiosa. Seu olhar encontrou o dela e ela sorriu dizendo animada :
- Olá. Meu nome é Dolores, mas gosto que me chamem de Lola. - ela explicou com sabedoria – Ouvi você dizendo que é a nova vizinha do lado... 
- Oi Lola. - Lua sorriu – Sim, sou sua nova vizinha do lado
- Tenho 9 anos e você ? - ela perguntou com a curiosidade mais aguçada
- 25 anos . - fez uma careta arrancando uma risada gostosa da menina e um sorriso torto de Arthur. Sorriso torto que fez seus pulmões implorarem por mais ar.
Lua o encarou e seus olhares se encontraram. Voltou a corar ao se pegar pensando em como seria beijá-lo. 
- Você ainda não me disse seu nome. - Lola disse pensativa – Qual o seu nome?
- Oh, que cabeça a minha. - ela disse revirando os olhos – Meu nome é Lua. Lua Maria, encarando apenas Arthur – mas pode me chamar apenas de Lúuh. - disse a ultima parte dando uma leve piscadela para Lola
- Arthur. - ele disse estendendo a mão – Arthur von Aguiar.  Mas me chame de … - pensou melhor e sorriu torto novamente – Você pode me chamar do que quiser. - ela corou significativamente e rapidamente olhou para a menina que os olhava como se não tivesse entendido nada.
Por Deus, parecia uma adolescente em sua primeira paquera. Apenas sorriu e decidiu que era hora de colocar um ponto final naquela conversa :
- Arthur. - disse o nome sorrindo - Vou lhe chamar de Arthur.
- Lua …. - ele disse cruzando os braços na frente do peito másculo – Você combina com o seu nome.
- Porque diz isso papai ? - perguntou Lola curiosa
- Porque ela é um docinho querida. - ele respondeu enquanto via Lua corar ainda mais. Estava em duvida do que gostará mais de ver. Ela falando seu nome, com sua boca carnuda bem desenhada, ou dela corando. Empate. Com certeza, empate.
Lua não sabia se ficava mais abalada por ser “chamada” de doce, ou por ele simplesmente ter dito seu nome … Mas a menina havia o chamado de papai. Seria ele casado ?! 
Na hora seu sorriso se fechou e uma pequena pontada de frustração apareceu.
- Lua docinho. - Lola tentou rimar – Você gosta de gatos ?
- Geralmente gatas gostam de gatos … - ele disse antes que ela pudesse responder – Estou errado ? Gatas não gostam de gatos ?

( Comentem meeus amores ! ) 

                                                                    Vitória

3 comentários:

Nat disse...

Amandoo, continuua por favoor, tá mais que perfeito.. By:@ViciadaNaLua_

LuAr LuEd disse...

arthur assanhado

minhavida_somic disse...

nossa esta demais o imagine

Postar um comentário